Carteira do Brasil ainda não é válida para troca por Massachusetts

BOSTON – O Departamento de Veículos a Motor (RMV) de Massachusetts está na reta final para o início da emissão da carteira de motorista para imigrantes indocumentados, disponível a partir de 1º de julho, mas algumas arestas ainda precisam ser acertadas. Entre os pontos mais discutidos estão os privilégios a serem concedidos.

Há a possibilidade, por exemplo, de se utilizar a habitação válida de um país estrangeiro para um processo de transferência, o que dispensa a necessidade de testes teórico e prático. Porém, em sua página sobre transferência de carteiras de motorista do exterior, o RMV lista Canadá, México, Coreia, Alemanha, França e Taiwan e territórios americanos como parceiros depois acordo com a agência.


Segundo Marcony Almeida, chefe adjunto do gabinete do governo de Massachusetts, o Estado está iniciando contato com o consulado brasileiro ‘para tentar inserir a carteira do Brasil’.

 

É bom destacar que não se deve confundir esse convênio mantido por Massachusetts com alguns departamentos de veículos do exterior com a Convenção de Viena, da qual o Brasil é signatário, que exige reciprocidade aos países para aceitar carteiras estrangeiras em viagens. 

 

Agendamento

 

Almeida reconhece que tanto a página na internet quanto a gravação eletrônica do RMV contêm erros ao informar que já é possível agendar a prova teórica desde que seja em data posterior a 1º de julho, quando a carteira passa a ser emitida. Ele afirma que “estão consertando a linguagem”.

 

A produção da Manchete USA tentou fazer o agendamento prévio e não conseguiu ir adiante porque só há horários disponíveis até 30 de junho.

 

Documentos necessários

 

Na primeira fase do processo é preciso apresentar quatro documentos para provar a idade, identidade e residência em Massachusetts. O quarto é para substituir o Seguro Social. O imigrante que não tiver o cartão pode apresentar uma carta do Departamento de Seguro Social negando o documento ou uma carta de próprio punho explicando que não tem direito ao número.

 

O RMV enfatiza que todos os documentos têm que ser válidos e originais ou cópias autenticadas.


Veja na tabela abaixo produzida pelo Centro do Trabalhador Brasileiro o que se precisa ter em mãos para dar entrada na carteira de motorista.



Processo

 

Após submeter toda a documentação necessária e completar o formulário, é necessário agendar a prova escrita, também disponível em português, mas o manual com as regras tem apenas em inglês e espanhol.


A agência ressalta que após passar no teste teórico (custo US$30) e de visão, o candidato vai ter acesso ao learner's permit que possibilita o treinamento prático.

 

Enquanto a pessoa portar apenas o permit, só pode dirigir na companhia de alguém no banco do carona que seja maior de idade e tenha a carteira de motorista de Massachusetts ou de outro Estado há pelo menos um ano.

 

Quando se sentir apto a fazer o teste prático (US$ 35), o agendamento deve ser feito também pelo site ou em um dos escritórios do RMV.

 

Ao ter êxito nessa etapa, o motorista precisa pagar mais uma taxa de US$ 50. A carteira deve chegar em até dez dias. Nesse período, o beneficiado pode dirigir com um documento provisório emitido na hora pelo RMV.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Marinalva Harris volta aos serviços de imigração após pedido popular

Foragido da Justiça do Espírito Santo é preso em Framingham

Juíza de Imigração é detida por dirigir sob influência de álcool em Massachusetts